Diz a Ela Que Me Viu Chorar
Lançado
Sobre

Sessão Vitrine continua, mesmo sem renovação da Petrobras

Desde 2017 a Sessão Vitrine, projeto de distribuição coletiva da Vitrine Filmes, conta com o patrocínio da Petrobras. O projeto se consolidou como uma alternativa de distribuição da produção nacional, lançando um filme por mês, com sessões diárias de ingresso por um valor reduzido, debates e maior acessibilidade aos filmes.

Além disso, a Sessão Vitrine destaca-se também por sua preocupação em fomentar a formação de público e em ter uma curadoria que zela pelo fortalecimento de um audiovisual descentralizado, lançando filmes realizados em diferentes estados, de diversos gêneros narrativos, que apresentam temáticas plurais e afirmativas. Dessa maneira, vem se consolidando como um projeto que atua na construção de um cinema mais sustentável e diversificado.

É importante ressaltar o papel essencial da Petrobras no fortalecimento do setor audiovisual no país, sendo a maior parceira da Retomada do Cinema Brasileiro. Foram mais de 500 filmes patrocinados, com uma política cultural sistêmica comprometida com os três pilares da cadeia produtiva audiovisual: produção, exibição e distribuição.

Lamentavelmente, no início deste ano, nos foi informado que a renovação prevista do patrocínio havia sido suspensa por ordens da presidência da empresa. A decisão interrompe uma parceria essencial, que fortaleceu exponencialmente a Sessão Vitrine e que simbolizava o apoio da empresa a um projeto de interesse público, que trata a cultura como direito social básico do cidadão.

Expressamos aqui nosso sincero agradecimento à Petrobras e a todos parceiros dessa caminhada, e também nosso pesar e nossa extrema preocupação com a descontinuidade desse patrocínio cultural. O posicionamento da nova gestão afeta não apenas a Sessão Vitrine, mas a cadeia produtiva do audiovisual em todas as suas instâncias, que resiste em um cenário sem Ministério da Cultura e sem qualquer sinalização à renovação da Lei do Audiovisual. É vigente a preocupação de que outras políticas culturais conquistadas sejam suspensas de forma unilateral, implicando em um retrocesso progressivo para o setor, afetando a sociedade brasileira como um todo.

A Sessão Vitrine, que já soma mais de 160 mil espectadores nas salas de cinema, e que desde 2017 apresenta uma média de público crescente, continuará com suas atividades, reafirmando sua resistência. Estamos em busca de novos patrocinadores e avaliando as melhores estratégias de ação para não interrompermos o projeto e o nosso compromisso com o fortalecimento do audiovisual brasileiro.

Hoje, inclusive, estreia em mais de 20 cidades o filme Lembro Mais dos Corvos, de Gustavo Vinagre, junto ao curta Tea for Two, de Julia Katharine, último lançamento previsto no contrato atual deste patrocínio da Petrobras.

Agradecemos ao nosso público, a todas as realizadoras e realizadores que já confiaram seus filmes à Sessão Vitrine, às salas de cinemas parceiras e a todos que vibram pelo projeto. Seguiremos pelos caminhos possíveis.